Governança em fundações: em busca de longevidade e eficiência

As organizações que transformam são dotadas de um propósito capaz de mobilizar clientes, colaboradores e sociedade, visando não apenas o consumo de seus produtos ou serviços, mas, sobretudo, disseminar os seus valores. Por esse motivo, o propósito é fator essencial na construção da longevidade de uma organização. Nas empresas privadas, os fundadores são os primeiros interessados em garantir que seu propósito seja perpetuado. A quem caberia esse papel nas fundações, que têm como finalidade o interesse coletivo? Poderia ser uma responsabilidade dos membros de suas estruturas de governança? Quais políticas e práticas respaldam a longevidade desse tipo particular de organização? Este artigo apresenta os principais resultados de uma pesquisa sobre “Governança em Fundações”, realizada pela Fundação Dom Cabral (FDC), que investigou essas questões e apontou as boas práticas de governança destas organizações.

Ano de publicação
Foco geográfico
Idiomas
Tipo do Documento
Direitos autorais
Copyright Fundação Dom Cabral 2019