12 visualizações

#36 Como doar para o jornalismo?

Autores/Participantes : Verena Paranhos

Adicionar aos "Meus Favoritos" Acesse site de origem

Notícias se tornaram onipresentes com a multiplicação de telas e de redes sociais. O que importa, contudo, não é só a quantidade de notícias, mas a qualidade delas, havendo necessidade de que todos se mantenham atentos para não cair em informação falsa. Além dos veículos de imprensa mais tradicionais, é interessante olhar para iniciativas de jornalismo independente: são portais que têm o seu conteúdo aberto, sem paywall, e que muitas vezes se sustentam através de doações. Por não possuírem amarras com anunciantes, conseguem dar enfoques ausentes nos grandes veículos e se encaixam com o conteúdo que seu público gosta e entende ser necessário consumir. Para conversar sobre esse novo jeito de fazer jornalismo, a equipe do “Aqui se faz, AQUI SE DOA!” convidou a jornalista Verena Paranhos, gerente de produtos e comunidades da AzMina, um portal de comunicação feminista, criado em 2015, por um coletivo de jornalistas para fomentar a informação e tecnologia pela igualdade de gênero.

Ano de publicação
Autores/
Participantes
Organizações responsáveis
Idiomas
Tipo de conteúdo
Direitos autorais
Copyright Editora MOL 2021