505 visualizações

#31 Os fã-clubes doadores

Autores/Participantes : Myllena Nolasco

Adicionar aos "Meus Favoritos" Acesse site de origem

“Espelho, espelho meu, existe alguém que tenha um fã-clube mais engajado que o meu?” Talvez seja essa a pergunta que os membros do BTS, grupo sul-coreano de k-pop, se façam todos os dias ao acordar. Os ARMYs (como são chamados os membros do fandom) não apenas enaltecem seus amados artistas: eles também se mobilizam para atuar em causas sociais. É comum que artistas tenham suas causas do coração e que acabem mobilizando seus fãs em torno delas: Lady Gaga e a comunidade LGBTQIA+, Angelina Jolie e os direitos humanos, Emma Watson e o empoderamento feminino… mas e quando o movimento surge de dentro do fandom? Como explicar quando pessoas unidas pelo amor a uma banda ou artista se mobilizam em torno de outras causas que nada têm a ver com o objetivo primário de estarem ali?

Para tentar responder a essas perguntas, a equipe do “Aqui se faz, AQUI SE DOA!” conversou com a Myllena Nolasco, uma das fundadoras do ARMY Help The Planet e coordenadora de todas as ações filantrópicas do fã-clube da BTS no Brasil.

Ano de publicação
Autores/
Participantes
Organizações responsáveis
Idiomas
Tipo de conteúdo
Direitos autorais
Copyright Instituto MOL 2021